por Sérgio Campelo

Já ouvir falar de Storytelling Colaborativo? É a técnica de contar histórias juntos, onde todos podem participar e intervir no desenrolar da narrativa. A atividade tem como objetivo trabalhar interdisciplinarmente a leitura e a escrita por meio da contação de histórias, onde todos podem participar tendo como mediação a figura do professor. A metodologia utilizada na atividade segue as seguintes etapas:

Impressão das folhas contendo as fichas de personagens, cenários, objetos, atividades e sentimentos;

 

1. As fichas acima foram criadas envolvendo os elementos que compõe uma história e suas ações. Primeiramente, abaixo seguem algumas dicas para a utilização das fichas que foram separadas em grupos. Essas dicas podem ser desenhadas ou coladas. Veja o exemplo de algumas ilustrações criadas pelos alunos:

Personagens: pessoas, animais, objetos animados, profissionais, etc.

Cenários: casas, cenários rurais ou urbanos, escolas, bibliotecas, castelos, terra dos sonhos, etc.

Objetos: veículos, roupas, peças em geral, alimentos, etc.

Atividades: andar, correr, saltar, voar, viajar, gritar…

Sentimentos: alegria, tristeza, fome, raiva, constrangimento, etc. Utilize emojis como referência.

2. Após desenhar ou colar, recorte as fichas e separe-as em 05 pilhas, separadas de acordo com sua categoria: uma só com personagens, outra só com cenários;

3. Peça para o primeiro aluno participante tirar uma ficha da pilha de personagem e escrever uma frase incluindo-o. Veja o exemplo abaixo:

A maçã caiu da árvore

4. Peça para o próximo aluno tirar uma ficha da pilha de cenários e também escrever uma frase incluindo o cenário e o personagem escolhido pelo aluno anterior;

A maçã caiu da árvore na casa do Seu José.

5. Solicite ao terceiro aluno participante para que tire uma ficha de objetos e continue a história utilizando-se também do personagem e cenário anteriores.

A maçã caiu da árvore na casa do Seu José em cima da mesa.

6. Faça o mesmo procedimento com as fichas de atividade e sentimento. Veja um exemplo de uma frase formada com a primeira fase da atividade:

A maçã caiu da árvore na casa do Seu José em cima da mesa. Ele estava ouvindo música e sorriu.

 Não é legal? As ilustrações de atividade e sentimento podem ser representadas, respectivamente, pela imagem de um ouvido e de um sorriso. Recomendo que as ilustrações sejam escolhidas e desenhadas pelos próprios alunos, pois, além de estimular a criatividade, é muito gratificante vê-los criando suas próprias representações. Para facilitar os desenhos, as fichas são quadriculadas, bastando preencher apenas os quadrantes para desenvolver o desenho.

A atividade foi aplicada aos alunos do 5º ano. Conforme escrito anteriormente, o objetivo da atividade foi trabalhar interdisciplinarmente o processo de produção textual, identificando as dificuldades dos alunos durante o processo de leitura e escrita para uma melhor adequação das futuras atividades de progressão de aprendizagem. A atividade foi muito produtiva e os alunos adoraram. Pude perceber que os alunos participaram ativamente com muita criatividade, demonstrando muita imaginação na criação das histórias. Assim, foi possível avaliar individualmente as principais dificuldades dos alunos, seus avanços e limitações, proporcionando a intervenção nessas dificuldades de maneira pontual.

Que tal tentar utilizar essa atividade em sua sala de aula com seus alunos e nos contar como foi a experiência?